Toledo, quarta-feira, 11 de dezembro de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Toledo

30/11/2019

Dengue: Endemias realiza ação neste sábado, 30, em Toledo

Dengue: Endemias realiza ação neste sábado, 30, em Toledo

Barraca na Praça Willy Barth e agentes em diversas unidades de saúde farão trabalho de prevenção e orientação à população. Aproveitando o Dia D de vacinação contra o sarampo, o Setor de Endemias da Secretaria de Saúde de Toledo realizará neste sábado algumas ações de prevenção contra a dengue. Uma barraca será montada na Praça Willy Barth e agentes em diversas unidades de saúde farão um trabalho de orientação à população.

A ação está alinhada com a 20ª Regional de Saúde e com ações propostas pelo Ministério da Saúde para esta data. No centro serão distribuídos materiais educativos e os agentes estarão tirando dúvidas da população, além de realizarem demonstrações com amostra de larvas. 

A ação, que acontece das 8h às 12h, também envolverá atividades em diversas unidades de saúde: Caic, Paulista, Porto Alegre, Cosmo, Coopagro, Concórdia, Industrial, Mini Hospital, São Francisco, Pancera, Panorama 2, Santa Clara IV, Europa e Vila Nova. 

PREVENÇÃO

Durante o período de seca, a população pode realizar ações de prevenção, basta tirar 10 minutos do dia para verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa, por exemplo. Uma vez por semana, lavar com água, sabão e esfregar com escova os pequenos depósitos móveis, como vasilha de água do animal de estimação e vasos de plantas.

Além disso, é preciso descartar o lixo em local adequado, não acumular no quintal ou jogar em praças e terrenos baldios. Limpar as calhas, retirando as folhas que se acumularam no inverno também é importante para evitar pequenas poças de água. Cada pessoa pode ser um vigilante permanente de atenção à saúde, com isso não teremos dengue, zika e chikungunya.

Dados da Dengue no Brasil

Segundo informações do Ministério da Saúde, em 2019 (até 24 de agosto), foram registrados 1.439.471 de casos de dengue em todo o país, com crescimento de 599,5% em relação ao mesmo período de 2018 (205.791). A taxa de incidência, que considera a proporção de casos por habitantes, é de 690,4 casos/100 mil habitantes. Entre os estados com casos, destacam-se Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Com relação ao número de óbitos, foram confirmadas 591 mortes.

Este aumento pode ser explicado por uma associação de fatores, como condições ambientais fora do comum (alto volume de chuvas e altas temperaturas); grande número de pessoas suscetíveis, uma vez que nos dois últimos anos houve baixa ocorrência de dengue em toda a região das Américas; mudança no sorotipo predominante, entre outros.

Os casos da febre chikungunya chegaram a 110.627 em relação ao mesmo período do ano passado, 76.742, ou seja 44,2% de aumento este ano. A taxa de incidência foi de 53,1 casos/100 mil habitantes. Entre os estados com casos, destacam-se Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte. Neste ano, foram confirmados laboratorialmente 57 óbitos.

Já os casos de zika apresentaram aumento de 47,1%, este ano, quando foram registrados 9.813 casos, enquanto em 2018 foram 6.669 o que representa uma taxa de incidência de 4,7 casos/100 mil habitantes. Entre os estados com casos, destacam-se Tocantins, Rio Grande do Norte, Alagoas e Espírito Santo. Neste ano, foram confirmados 2 óbitos por zika.

 

Cidade Portal - O Seu Portal de Notícias!
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Cidade Portal pelo WhatsApp (44) 99979-8991 ou entre em contato pelo (44) 3522-7297

 

PUBLICIDADE

Fonte: TOLEDO | CIDADE PORTAL | SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL TOLEDO/PR

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 11632/PR - Welinton Tomazelli 11636/PR

Desenvolvido por Cidade Portal