Toledo, terça-feira, 19 de novembro de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Toledo

05/11/2019

Comitê Operacional avalia impacto das chuvas em Toledo

Comitê Operacional avalia impacto das chuvas em Toledo

O Prefeito de Toledo, secretários de Governo, o Comando do Corpo de Bombeiros e outros integrantes da Defesa Civil realizaram uma reunião na tarde desta sexta-feira, 01, para avaliar e dar outros encaminhamentos sobre a ação das diversas equipes que atuaram desde a tarde de quinta-feira, 31, para atender as ocorrências referentes às fortes chuvas que atingiram Toledo e outros municípios da Região. 

O Secretário de Segurança e Trânsito, João Vianei Crespão, responde como Diretor de Operações da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil. Ele compartilhou com toda a equipe ainda na tarde de ontem, 31, o Plano de Contingência de Proteção e Defesa Civil (PLANCON) para deslizamentos, alagamentos, inundações, granizo, vendavais e tempestades no município de Toledo.

O plano estabelece os procedimentos a serem adotados pelos órgãos envolvidos direta ou indiretamente na resposta a emergências e desastres relacionados a estes eventos naturais. A reunião com as autoridades serviu “para verificar as dificuldades que tivemos, oportunizar fazer os ajustes para corrigir eventuais erros, dando uma resposta cada vez mais rápida à população, visando estabelecer a ordem e a normalidade no menor espaço de tempo possível”, explicou Crespão. 

Ele salientou a necessidade de um comando organizado para planejar as ações e organizar os trabalhos operacionais no sentido de cumprir o Plano de Contingências e evitar o retrabalho. Nesse sentido, inclui a tomada de decisões por ordem de prioridade de quais serão as primeiras situações a serem atendidas, quais as vias a serem desobstruídas primeiro, além da divisão das equipes por competências. 

O Prefeito Lucio de Marchi coordenou os trabalhos durante a reunião e avaliou positivamente a cooperação dos serviços. “Os impactos da forte chuva em Toledo foram tranquilos em relação à outros municípios. As equipes trabalharam bem e deram conta das demandas. Todas as secretarias estão mobilizadas e prontas para dar as respostas necessárias para nossa população”. 

O Comandante do Corpo de Bombeiros, Capitão Luís Eduardo Zarpellon, foi questionado sobre quais foram os pontos mais atingidos do temporal. “O evento atingiu a cidade inteira, de uma maneira geral, não podemos pontuar um bairro específico, a cidade inteira de uma maneira uniforme foi atingida”. 

Nesta sexta-feira, 01, o Corpo de Bombeiros e equipes da Prefeitura atuaram em mais cortes de árvores. Foram registradas 50 árvores caídas. Algumas pessoas ainda foram ao Corpo de Bombeiros para a retirada de lonas. Oficialmente, 36 residências foram afetadas e precisaram de lonas para a cobertura de móveis. 

Dados oficiais do Órgão Meteorológico do Estado do Paraná indicaram que ontem, num período de 10 minutos, houve um registro de 26 mm de chuva, considerado bastante. Já nos instantes subsequentes, em um período de 40 minutos desde o início da chuva, o registro total final foi de 46 mm. A velocidade do vento atingiu um pico de 58 km/h na estação meteorológica de Toledo, sendo que há possibilidades de variação para mais ou para menos de acordo com a região.

O Município também registrou sete semáforos sem energia, mas todos foram resolvidos. Ao todo, 10 pontos de alagamentos e 20 destelhamentos. Um dos pontos positivos é que não foram registrados desabrigados e nem desalojados. Alguns órgãos públicos também sofreram algumas consequências das chuvas, como CMEIs, escolas e unidades de saúde. Porém, todos os problemas foram sanados. Nesta sexta-feira, 01, a maior parte dos serviços foram de limpeza e de corte de árvores que estavam já em cima de calçadas. 

Energia Elétrica

A assessoria da Copel emitiu nota informando sobre os danos causados pelas mudanças climáticas na região:

Cerca de 188,5 mil unidades consumidoras ficaram sem energia alternadamente nas regiões Oeste e Sudoeste desde o início do temporal que atingiu o Paraná na tarde de ontem. Os municípios que mais sofreram estragos foram Foz do Iguaçu, Toledo e Marechal Cândido Rondon. 

As fortes rajadas de vento, acompanhadas de chuva e descargas atmosféricas provocaram vários danos à rede elétrica da Copel, com muitas ocorrências de postes quebrados, cabos rompidos e curtos circuitos provocados por objetos lançados contra a mesma. As equipes da Copel estão trabalhando em regime de emergência para recompor os estragos e restabelecer o fornecimento de energia o mais rapidamente possível, restando neste momento quase 10 mil unidades consumidoras sem energia nessas regiões. Agora, Toledo tem 250 unidades consumidoras sem energia.

 

Cidade Portal - O Seu Portal de Notícias!
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Cidade Portal pelo WhatsApp (44) 99979-8991 ou entre em contato pelo (44) 3522-7297

 

Fonte: TOLEDO | CIDADE PORTAL | SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL TOLEDO/PR

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 11632/PR - Welinton Tomazelli 11636/PR

Desenvolvido por Cidade Portal