Toledo, segunda-feira, 09 de dezembro de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Toledo

31/10/2019

Núcleo de Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis em Toledo lança #Too_sem_plástico

Núcleo de Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis em Toledo lança #Too_sem_plástico

Com o objetivo de sensibilizar a comunidade sobre os impactos da poluição plástica e conscientizar a população de Toledo sobre a importância do descarte correto de resíduos não biodegradáveis e a redução do uso de materiais descartáveis, o Núcleo ODS Toledo lançou a campanha "Too Sem Plástico: Colabore, inspire e compartilhe essa ideia". 

A cerimônia aconteceu no auditório do Sesi durante um Café com a Imprensa e após uma apresentação sobre o surgimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) e das ações realizadas em Toledo. Também foram apresentadas informações sobre o impacto do plástico no planeta com o desafio de trazer reflexões, conceitos e informações para engajamento dos cidadãos sobre consumo consciente e a melhor destinação desses materiais.

Uma das inspirações que levaram o grupo a idealizar essa campanha foi a de reforçar as informações apresentadas pela Comissão Intersetorial de Educação Ambiental (CISEA) sobre os problemas ambientais causados pelo uso excessivo de plásticos, principalmente o copo descartável. 

Volta ao mundo

Neste contexto, diversos atores e educadores ambientais foram alertados que no Brasil são consumidos 720 milhões de copos descartáveis por dia. Isso significa que se empilhados, esses materiais chegam a dar uma volta e meia na terra. De todo esse montante, a cada ano, dez milhões de toneladas vão para os oceanos e, deste total, apenas 2% são reciclados. Esses dados são da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (ABRELPE), que ainda orienta sobre o tempo de decomposição deste material, estimado em no mínimo 250 anos. 

Mais plástico que peixes

Em 2018, na campanha da semana do meio ambiente, a ONU salientou sobre como o plástico descartável está incorporado em nossas vidas diariamente, devido ao baixo custo, conveniência e leveza desses produtos, o que revolucionou o mercado de embalagem. No entanto, agora está claro que essa conveniência teve um impacto catastrófico no meio ambiente. Dos últimos dados divulgados sobre o tema pela ONU Meio Ambiente, a poluição plástica é um dos maiores desafios ambientais do nosso tempo, com estatísticas mostrando que haverá mais plástico nos oceanos do que peixes até 2050. 

Sacolas

Outro dado importante é que o maior mercado de plástico é o de embalagens e as sacolas plásticas um dos principais produtos consumidos. Até 5 trilhões de sacolas plásticas são distribuídas por ano no mundo e somente aqui no Brasil, cerca de 17 bilhões. 

No Brasil, mais de 40% do resíduo gerado é destinado de forma irregular e as cooperativas trabalham com muita ineficiência, pois em média, cerca de 10% do que recebem é rejeito e não pode ser comercializado como material reciclado. 

O mercado também é inviável financeiramente, pois se comparamos o preço de venda dos resíduos no ambiente de negócios, a rentabilidade do alumínio é muito maior do que a reciclagem do plástico.

Compromisso de Toledo com a Agenda Mundial pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

A campanha "Too Sem Plástico" atende ao ODS 12, Consumo e Produção Sustentável e ao ODS 14, Vida na Água. Porém vale reafirmar que a Agenda 2030 foi estabelecida por todos os países membros das Nações Unidas como um plano de desenvolvimento sustentável, que possui convergência entre todos os objetivos, e que juntos tem como premissa reduzir os impactos sociais, ambientais e econômicos, além de fortalecer as parcerias em um ambiente de cooperação. 

ODS 12  - Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis

As metas do ODS 12 visam a promoção da eficiência do uso de recursos energéticos e naturais, da infraestrutura sustentável, do acesso a serviços básicos. Além disso, o objetivo prioriza a informação, a gestão coordenada, a transparência e a responsabilização dos atores consumidores de recursos naturais como ferramentas chave para o alcance de padrões mais sustentáveis de produção e consumo.

Desta forma, são necessárias práticas relacionadas à aquisição de produtos e serviços que visam diminuir ou até mesmo eliminar os impactos ao meio ambiente.  A meta 12.5 que é uma referência ao resíduo zero, menciona que até 2030, devemos reduzir substancialmente a geração de resíduos por meio da Economia Circular e suas ações de prevenção, redução, reciclagem e reuso de resíduos. 

A meta 12.7 sugere ações efetivas em Educação Ambiental e diz que até 2030, devemos garantir que as pessoas, em todos os lugares, tenham informação relevante e conscientização sobre o desenvolvimento sustentável e estilos de vida em harmonia com a natureza, em consonância com o Programa Nacional de Educação Ambiental.

ODS 14 - Conservar e promover o uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável

Sem dúvida alguma, o cuidado com os rios, os mares e a vida na água é essencial para o desenvolvimento sustentável. Os oceanos são fundamentais para tornar a vida humana e a vida na terra possível. No entanto, 40% dos oceanos estão sendo afetados incisiva e diretamente por atividades humanas, que vem degradando de diversas formas dessa importante fonte de vida em nosso planeta. 

É frente a esses desafios que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável indicam metas para gerenciar e proteger a vida na água, no entanto, as metas e os indicadores municipais do ODS 14 são direcionados aos municípios costeiros, porém isso não significa que não temos que estar atentos sobre os impactos negativos causados pela poluição nos mares e oceanos, pois cerca de 80% da poluição marinha é originada em terra e são os cursos de água doce que levam esgotos, pesticidas, metais pesados, lixo plástico e outros poluentes até o litoral causando danos à saúde das pessoas e ecossistemas.

Para a sensibilizar a comunidade, mobilizar empresas, governos e sociedade para tratar a poluição plástica no mar, a campanha Mares Limpos da ONU Meio Ambiente lançada em 2017 tem o objetivo de integrar diferentes atores para combater a poluição plástica. Quarenta e dois países se juntaram à campanha e o Brasil estabeleceu como meta reduzir o volume de lixo plástico que chega aos oceanos a partir do território brasileiro. 

Informações disponíveis em:  

https://oestepr2030.org.br

https://indicadores.oestepr2030.org.br/

O NÚCLEO ODS TOLEDO ESTÁ PRONTO PARA AGIR CONTRA A 

POLUIÇÃO PLÁSTICA, E VOCÊ?

Utilizar as redes sociais e a hashtag #Too_sem_plástico será uma das estratégias utilizadas pelas instituições que fazem parte do Núcleo ODS Toledo para incentivar a mudança de hábitos de consumo de plásticos descartáveis por alternativas mais sustentáveis. 

Para isso busca o apoio da mídia, influenciadores digitais, formadores de opinião e veículos de comunicação, para que possam colaborar com a produção de conteúdo, como também, valorizar as boas práticas relacionadas ao plástico ou a temas como coleta seletiva, consumo consciente e sustentabilidade, já realizadas pelas organizações do município.

Durante a campanha, o grupo também tem o desafio de chamar atenção para os dados monitorados pela Secretaria do Meio Ambiente e sensibilizar gestores públicos, educadores ambientais, comércio, empresas, autoridades do legislativo, comunidade escolar, associações de bairros, clubes de serviço, entre outros.

Entre as propostas, o grupo  identificou a necessidade de buscar apoio da Associação Comercial para aderir ao tema da campanha e envolver o comércio local e os núcleos setoriais como: hotelaria, bares, restaurantes e supermercados sobre o uso de sacolas de tecido, redução de descartáveis e do canudo plástico, apresentar o tema para a Câmara de Vereadores como uma sugestão para elaboração de projeto de lei, como já é realidade em algumas cidades do Brasil e mobilizar as secretarias municipais e órgãos públicos para que possam aderir à proposta: "adote uma caneca" no ambiente de trabalho.

Na opinião do grupo, quando falamos de poluição plástica temos que dialogar sobre como consumimos produtos plásticos e buscar soluções para melhorar sua eficiência ou de que forma podemos substituir esse material, assim como, avaliar se estamos cuidando dos nossos resíduos, dando o descarte correto e contribuindo com a reciclagem no nosso município. 

Para mudar o futuro, cada um de nós precisa fazer a nossa parte. Qual mudança você vai adotar em seu dia a dia para acabar com a poluição plástica?

Sugestões:

Substitua garrafas plásticas por garrafas reutilizáveis;

Troque as sacolas plásticas por uma ecobag (bolsa reforçada);

Recuse canudos plásticos. Carregue seu próprio canudo metálico ou de material biodegradável;

Use seus próprios recipientes para alimentos ao invés de embalagens plásticas como o isopor

Escolha um copo para chamar de seu. Substituem os descartáveis por uma caneca ou copo, preferencialmente de vidro, mas também pode ser de porcelana. 

 

Cidade Portal - O Seu Portal de Notícias!
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Cidade Portal pelo WhatsApp (44) 99979-8991 ou entre em contato pelo (44) 3522-7297

 

Fonte: TOLEDO | CIDADE PORTAL | SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL TOLEDO/PR

Núcleo de Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis em Toledo lança #Too_sem_plástico
Núcleo de Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis em Toledo lança #Too_sem_plástico
Núcleo de Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis em Toledo lança #Too_sem_plástico
Núcleo de Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis em Toledo lança #Too_sem_plástico

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 11632/PR - Welinton Tomazelli 11636/PR

Desenvolvido por Cidade Portal