Toledo, segunda-feira, 09 de dezembro de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Mundo

02/02/2019 | Concebido por Goioerê

Onda de frio nos EUA: sensação térmica de -54°C e ao menos 11 mortes

Onda de frio nos EUA: sensação térmica de -54°C e ao menos 11 mortes

Ao menos 11 mortes relacionadas à onda de frio foram registradas nos Estados Unidos desde sábado, 26, segundo a imprensa local. A temperatura chegou a -48°C no norte de Minnesota, com sensação térmica de até -54°C.

O clima obrigou o cancelamento de voos e viagens de trem, além do fechamento de escolas e a paralisação dos serviços de correio em diversos estados. As autoridades de Detroit, Minneapolis e Chicago tiveram que abrir centros de emergência para abrigar todos os sem-teto de seus centros urbanos.

O frio intenso é provocado por um fenômeno conhecido como vórtice polar, ciclones formados nos polos e que ganham força no inverno. Ocasionalmente, esse sistema polar de baixa pressão pode se distorcer e espalhar ar frio, atingindo países como Canadá e Estados Unidos.

A temperatura mais baixa registrada até agora foi de -48°C na região de Norris Camp, no norte de Minnesota, na quarta pela manhã, segundo o Serviço Nacional do Tempo (NWS). A sensação térmica foi de -53°C. Já em Ponsford, perto dali, a sensação chegou a -54°C.

O Estado de Minnesota sofre tanto com o frio que a companhia fornecedora de eletricidade e gás natural Xcel Energy teve que pedir que seus mais de 400.000 clientes mantivessem os aquecedores de suas casas em até 17°C para não prejudicar os serviços.

Chicago registrou a temperatura mais baixa de sua história, -30°C. O clima é ainda mais crítico do que em partes da Antártica. A temperatura mais baixa já registrada na cidade foi de -27 graus, em janeiro de 1985.

Já Priestley Glacier, na Antártica, terá temperatura entre -6 graus e -14 graus nesta quinta. No Alasca, a mínima prevista para hoje é de -14°C.

A previsão do tempo mostra as temperaturas subindo a partir desta sexta-feira, 1. Para Chicago, a previsão para amanhã é de mínima de -8°C e máxima de -6°C.

Mortes

O vórtice causou mortes nos estados do Michigan, Illinois, Wisconsin e Iowa, de acordo com a imprensa americana.

A Universidade de Iowa comunicou o falecimento de um de seus estudantes, Gerald Belz, na quarta-feira 30. O jovem de 18 anos foi encontrado morto no campus da instituição, provavelmente devido às baixas temperaturas.

A polícia de Detroit encontrou o corpo de um homem nas proximidades de sua casa. Ele não usava roupas de frio. Outras duas pessoas morreram na região metropolitana da cidade do Michigan.

Outro homem, de 55 anos, foi encontrado morto na garagem de sua casa em Milwaukee, Wisconsin, depois de sair para limpar a neve.

No sábado 26, um jovem de 22 anos morreu em frente à sua casa em Rochester, Minnesota. Segundo a emissora CNN, ele chegou ao local de carona, mas não tinha chaves para entrar e enfrentou temperaturas abaixo de zero.

A polícia do Estado de Illinois conseguiu resgatar 21 pessoas que ficaram presas em uma estrada após o ônibus em que viajavam quebrar na quarta-feira pela manhã.

Segundo os oficiais que participaram da operação de socorro, entre os passageiros haviam duas crianças. Eles ficaram no local sem aquecimento por algum tempo, em temperaturas abaixo de zero, até que o resgate chegasse.

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | MSN

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 11632/PR - Welinton Tomazelli 11636/PR

Desenvolvido por Cidade Portal