Toledo, segunda-feira, 27 de maio de 2024 ESCOLHA SUA CIDADE

Paraná

30/05/2023 | Concebido por Goioerê

Polícia Militar promove seminário para discutir prevenção e combate ao assédio moral e sexual

Polícia Militar promove seminário para discutir prevenção e combate ao assédio moral e sexual

Ele teve o objetivo de demonstrar as ações educativas da corporação e os processos implementados internamente que possibilitam tramitação mais organizada em caso de denúncias. O encontro foi realizado no auditório do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), em Curitiba.

A Corregedoria-Geral (COGER) da Polícia Militar do Paraná promoveu, nesta terça-feira (30), o 1º Seminário de Prevenção e Combate ao Assédio Moral e Sexual para a corporação. Ele teve o objetivo de demonstrar as ações educativas da corporação e os processos implementados internamente que possibilitam tramitação mais organizada em caso de denúncias. O encontro foi realizado no auditório do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), em Curitiba.

O seminário contou com a participação do chefe do Estado-Maior da Polícia Militar do Paraná, coronel Waldick Garrett, e de promotores, desembargadores, deputados e demais autoridades públicas e políticas de Paraná, Santa Catarina e São Paulo, possibilitando maior entendimento dos militares estaduais na prevenção e combate ao assédio moral e sexual.

Para o subcomandante-geral da PMPR, coronel Paulo Henrique Semmer, o seminário foi um importante passo para a corporação trabalhar no recebimento, atendimento, prevenção e combate ao assédio moral e sexual em âmbito interno. “Sabemos da importância de atuar para combater esses crimes e, mais do que isso, em levar a prevenção para toda a corporação, possibilitando que a Corregedoria-Geral da Polícia Militar atue da melhor forma possível”, afirmou.

O corregedor-geral da PMPR, coronel Valmor Anderson Pereira, afirmou que o seminário serviu para a capacitação continuada dos militares estaduais. “Quanto mais expandirmos ensinamentos que possibilitem uma atuação mais humanizada aos nossos policiais militares, maiores serão nossos resultados na prevenção e combate aos crimes contra as mulheres. É nosso dever continuar debatendo melhorias para nossa corporação”, completou.

A secretária da Mulher e Igualdade Racial do Paraná, Leandre Dal Ponte, participou do ato de abertura do encontro e ressaltou que a iniciativa da Polícia Militar do Paraná vai ao encontro das políticas adotadas pelo Governo do Paraná em prol da prevenção e combate aos mais diversos tipos de assédio.

“O Governo do Estado conta com o programa Mulheres por um Paraná sem Violência, que possibilita diversas ações de valorização da mulher na administração pública, e a Polícia Militar dá um passo importante para a prevenção e combate desses casos tanto internamente quanto no atendimento dessas ocorrências na sociedade paranaense”, destacou.

Leandre Dal Ponte lembrou que o Estado criou diversas ferramentas para combater o assédio sexual e moral, como a Ouvidoria da Mulher, uma comissão especializada para a condução de processos e apurar as denúncias, além de uma sala de escuta especializada, além da redução de prazos para o encaminhamento das denúncias.

A 1ª vice-presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), desembargadora Joeci Machado Camargo, disse que o assédio é um mal que deve ser combatido de todas as formas. "É nosso dever levar esse conhecimento para todas as pessoas. O assédio não se dá somente em palavras e gestos, mas o próprio olhar já faz com que uma mulher fique constrangida e com medo. A Polícia Militar do Paraná está de parabéns em promover esse seminário e debater o assunto que, com certeza, vai possibilitar um melhor atendimento para as mulheres”, afirmou.

Para fortalecer políticas públicas, Estado lança Caravana Paraná Unido Pelas Mulheres

Em parceria com CNJ, Paraná amplia emissão de documentação civil e identificação de detentos

OUVIDORIA – Os servidores da administração pública do Paraná devem procurar a Ouvidoria-Geral, por meio do telefone 0800 041 1113, para realizar denúncias.

PÚBLICO EXTERNO – A população em geral pode denunciar casos de assédio sexual ou moral de forma anônima, por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo 190 da Polícia Militar do Paraná.

 

CLIQUE NO BANNER PARA LIMPAR SEU NOME

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO PARANÁ - AEN

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados.

Desenvolvido por Cidade Portal