Toledo, quarta-feira, 23 de junho de 2021 ESCOLHA SUA CIDADE

Toledo

04/06/2021

Incentivo para empreender: aporte injeta mais R$ 10 mi de crédito em Toledo

Incentivo para empreender: aporte injeta mais R$ 10 mi de crédito em Toledo

O dia 4 de junho de 2021 ficará para a história do microcrédito em Toledo. Em ato prestigiado por várias lideranças políticas e empresariais, foi formalizado, na manhã desta sexta-feira, o repasse no valor de R$ 1 milhão para a Sociedade Garantidora de Crédito do Oeste do Paraná (SGC/Garantioeste) avalizar financiamentos com maiores prazos e menores taxas de juros a diversos públicos que têm dificuldades para realizarem estas operações no sistema financeiro tradicional.

Este benefício, já concedido a vários públicos, chega agora a jovens e mulheres atendidos por programas de fomento ao empreendedorismo, e a pequenos produtores rurais. O repasse mais recente se junta a outro, de R$ 125 mil, feito em 2015 pelo governo municipal na Garantioeste, que coloca à disposição das instituições conveniadas um valor dez vezes maior em carta de aval, o que representa um incremento de R$ 11,25 milhões de crédito barato disponíveis para empresas de pequeno porte que cumprirem os requisitos legais.

Há seis anos o prefeito era também Beto Lunitti, que celebrou a ampliação de uma ideia, que, até então, era inédita no Brasil e foi copiada depois por vários municípios do Brasil. “Este projeto é resultado da junção de esforços de vários atores do poder público e da iniciativa privada que compreendem que o desenvolvimento passa por criar condições para um ambiente saudável para os negócios, incluindo todos aqueles que desejam prosperar por meio do empreendedorismo, isto é, do microempreendedor individual à empresa de grande porte”, destaca o chefe do Executivo Municipal. “Em 2015 eu era o presidente da Câmara Municipal quando esta proposta chegou aos vereadores. Fico feliz por ter ajudado este projeto ser aprovado há seis anos e em ajudar agora a ampliá-la em 800%, saindo de R$ 125 mil para R$ 1,125 milhão”, relata o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt.

Beto e Ademar foram acompanhados na mesa de honra pelos seus secretários de Fazenda, Jadyr Cláudio Donin; do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, de Inovação e Turismo, Diogo Bonaldo; e da Juventude e de Políticas para Mulheres, Jennifer Thays Chagas Teixeira. “Esses recursos atendem quem mais precisa de um juro melhor para iniciar ou manter seu negócio. Bons frutos são colhidos quando poder público e iniciativa privada se unem em torno do desenvolvimento do nosso município, que terá sua economia alavancada com este crédito barato que fará a diferença na vida de muitos empreendedores”, ressalta Jadyr. “A prefeitura tem o papel de ser a força motriz, de oferecer soluções para quem atua na economia. E o microcrédito é uma bastante interessante, pois é um investimento relativamente pequeno se o compararmos com os benefícios que ele traz”, observa Bonaldo. “Fico emocionada só de pensar nos jovens e mulheres que virão a ser beneficiados com o crédito facilitado, na forma como este dinheiro mudará a vida deles. Caberá às secretarias pelas quais eu respondo orientá-los a empregá-lo da melhor forma”, pontua Jennifer.

A inclusão que o microcrédito avalizado pela Garantioeste promove também foi abordada pelo presidente da Câmara Municipal, Leoclides Bisognin, que falou em nome de seus colegas presentes ao evento - Jozimar Polasso, Beto Scain, Chumbinho Silva e Marli Zanete. “Os 19 vereadores de Toledo se sentem orgulhosos por terem aprovado um projeto tão importante como este, que, a exemplo de outros que foram ou estão sendo enviados pelo Executivo, promovem ainda mais desenvolvimento para Toledo e proporcionam melhores condições a quem geralmente não tem suas demandas atendidas pelos bancos comerciais”, sublinha.

Os benefícios do microcrédito foram destacados nas falas do representante da SGC Brasil, Edson Carollo, e do presidente da Garantioeste, Danilo Gass. “Toledo é referência nacional na questão de aval do poder público a operações de crédito destinada a pequenos negócios. Por isso, quero parabenizar a administração municipal por este gesto, que vai de encontro aos objetivos da nossa sociedade garantidora, que é de levar saúde financeira a estes empreendedores, que costumam ser muito honestos no cumprimento de seus compromissos, tanto que, por aqui, de 2015 até hoje, somente duas operações não foram pagas. As demais estão em dia ou foram quitadas”, relata Carollo. “Mesmo respondendo por apenas 21% do PIB [Produto Interno Bruto], as micro, pequenas e médias empresas geram 60% dos postos de trabalho em nosso país. Considerando que a taxa de juros é a metade da média cobrada pelos bancos comerciais, podemos dizer que estes empréstimos salvaram centenas de empresas deste município, deixando aqui dezenas de milhões de reais que iam e não voltavam mais. Neste processo, digo que as cooperativas de crédito são anjos que tornam essa transformação possível aqui e em todos os lugares onde chegam”, analisa Danilo.

Representantes das três cooperativas de créditos conveniadas - Sicoob Meridional, Cresol Integração e Sicredi Progresso - também marcaram presença no ato de assinatura do aporte para a Garantioeste. “Somos parceiros desta iniciativa desde o início, quando ainda era uma ideia totalmente inédita. É Toledo fazendo história e temos orgulho de fazer parte de todo este processo”, celebra a presidente do Conselho de Administração do Sicoob Meridional, Solange Pinzon de Carvalho Martins. “Conheço poucos municípios que dão tamanha importância ao microcrédito como Toledo. São políticas que promovem o desenvolvimento regional, um valor que está no DNA da nossa instituição, que parabeniza a gestão por ampliar uma programa que já demonstrou bons resultados”, comenta o diretor-superintendente da Cresol Integração, Cleiton Staats. “Esse aporte vai contribuir para o desenvolvimento de empreendimentos de todos os setores, comandados por vários perfis de público, o que vai de encontro aos objetivos da nossa instituição”, avalia o gerente local do Sicredi Progresso, Adriano Horn.

A Garantioeste

A forma como os recursos direcionados à Garantioeste serão empregados estão descritos na Lei “R” nº 9/2021, que ampliou o alcance da Lei “R” nº 123/2015. Esta instituição administra fundos que oferecem a instituições financeiras conveniadas a garantia de que o empréstimo (no valor limite de R$ 25 mil por pessoa jurídica) concedido a pequenos empreendedores que precisam para capital de giro e/ou investimento de seus negócios será honrado. Graças a esse aval, os tomadores contam com taxas de juros menores e com maior carência e prazo para pagamento.

Idealizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae/PR), a Garantioeste tem como realizadores as associações comerciais e industriais de Cascavel (Acic) e Foz do Iguaçu (Acifi), a Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), e do Instituto de Desenvolvimento Regional do Oeste do Paraná (IDR-Oeste) e conta com o apoio da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap) e da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar). Em âmbito regional, instituições como Biopark e as prefeituras de Toledo, Cascavel, Foz do Iguaçu, Terra Roxa, Capitão Leônidas Marques, Itaipulândia e Tupãssi também confiaram na instituição garantidora de crédito para tornar a concessão deste benefício mais acessível a quem deseja empreender.

 

Fonte: TOLEDO | CIDADE PORTAL | PREFEITURA MUNICIPAL DE TOLEDO

Incentivo para empreender: aporte injeta mais R$ 10 mi de crédito em Toledo
Incentivo para empreender: aporte injeta mais R$ 10 mi de crédito em Toledo

OPINE!

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização. © 2017. Todos direitos reservados. Jornalista Responsável - Jairo Tomazelli - 11632/PR - Welinton Tomazelli 11636/PR

Desenvolvido por Cidade Portal